publicidade

Microempreendedores teixeirenses terão empréstimos de até R$ 125 mil com 12 meses de carência

A Caixa Econômica Federal e o SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, com o apoio da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas, lançaram uma linha de crédito especial para os Microempreendedores Individuais (MEIs) e as Micro e Pequenas Empresas teixeirenses que estão sendo afetadas financeiramente pela pandemia do novo coronavírus. A parceria anunciada na terça-feira do dia 5 de maio de 2020, deve liberar pelo menos R$ 25 milhões para empresas de Teixeira de Freitas.

Conforme a Caixa Econômica Federal, os microempreendedores individuais e as micro e pequenas empresas poderão tomar financiamentos de até R$ 125 mil com juros de no máximo 1,59% ao mês e carência de até 12 meses para começar a pagar, além de prazos de pagamentos flexíveis. 

O crédito, no entanto, só poderá ser tomado pelos clientes da Caixa que estão adimplentes com o banco. Quem não é cliente da Caixa e tem interesse no financiamento, deve abrir uma conta na instituição bancária para poder pedir o financiamento.

Ainda segundo a Caixa, o crédito já está disponível a partir desta segunda-feira (18/05). A Sala do Empreendedor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Teixeira de Freitas, realizará atendimento agendado pelo telefone (73) 3011-2767, das 08h às 17h. Os interessados, também, já podem fazer o cadastro direto no site da Caixa solicitando o financiamento.

Parceria

No financiamento serão utilizadas as linhas de crédito da Caixa e garantias complementares do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (FAMPE) do SEBRAE. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo de Teixeira de Freitas está oferecendo apoio para preenchimento do cadastro pedindo o financiamento, além de orientação administrativa para as empresas. O crédito será, portanto, devidamente assistido. Conforme o economista Pedro Duarte Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, a garantia do SEBRAE permitiu a redução de até 41% das taxas de juros que são cobradas, e pode permitir, mais à frente, a ampliação dessa linha de crédito.

Conforme o administrador Flávio Guimarães de Pádua, secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo de Teixeira de Freitas, a importância das micro e pequenas empresas no contexto econômico nacional são essenciais para o aquecimento da economia, pois são responsáveis por quase 30% do Produto Interno Bruto (PIB) e 50% dos empregos formais do Brasil. Entretanto, essas empresas têm sido duramente afetadas pela desaceleração econômica causada pelo novo coronavírus. Segundo ele, o segmento tem baixa oferta de crédito e tem sido muito afetado pela pandemia.

Condições

Conheça as condições oferecidas para cada porte de empresa:

Microempreendedor individual:
Limite de financiamento: R$ 12,5 mil
Carência: 9 meses
Prazo de pagamento, após a carência: 24 meses
Juros: 1,59% ao mês

Microempresa:
Limite de financiamento: R$ 75 mil
Carência: 12 meses
Prazo de pagamento, após a carência: 30 meses
Juros: 1,39% ao mês

Pequena Empresa:
Limite de financiamento: R$ 125 mil
Carência: 12 meses
Prazo de pagamento, após a carência: 36 meses
Juros: 1,19% ao mês.

publicidade